Direção encaminha ofício solicitando pela retirada do PL que coloca o reajuste do magistério em 7%

Na tarde de hoje (24), as dirigentes do CMP Sindicato Débora Soares e Geniane Dutra entregaram ofício ao Presidente da Câmara de Vereadores, Evandro Meireles, referente ao Projeto de Lei (PL) que concede reajuste de 7% aos servidores municipais, a ser parcelado em três vezes, e somado a 10% no ticket de alimentação, o qual foi encaminhado ontem (23) para o legislativo. O envio aconteceu antes do final da Assembleia Geral Extraordinária do sindicato, na tarde de ontem, que debatia a posição da categoria com relação à proposta do Executivo para a data-base de 2022. O percentual foi rejeitado pelas professoras e professores presentes.
 
No documento, a entidade solicita à Presidência da Câmara que intervenha junto ao Executivo para que o PL seja retirado da Casa Legislativa, e que os trabalhos da mesa de negociações sejam restabelecidos, considerando que os acordos sequer haviam sido encerrados. A direção também reforça a presença dos cerca de 550 professores que participaram das assembleias realizadas no mesmo dia do envio do projeto, nas quais a decisão contrária à proposta foi unânime.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 18 =

Deixe sua mensagem que entraremos em contato com você o mais breve possível.

WHATSAPP