Educação Infantil: O que você precisa saber

Educação Infantil é a primeira etapa da Educação Básica. No Brasil, ela atende crianças de zero a cinco anos de idade, sendo obrigatória a partir dos quatro anos.

Até os três anos, a criança deve ser matriculada em uma creche; entre quatro e cinco anos de idade, na pré-escola.

Por ser o primeiro contato da criança com a vida escolar, a​ Educação Infantil​ é destacada por pedagogos e profissionais da educação como uma etapa importante para o seu desenvolvimento.

De acordo com o​ Censo Escolar de 2018​, foram feitas mais de 3,5 milhões de matrículas em creches e mais de 5 milhões de matrículas em pré-escolas no país. Ainda segundo a pesquisa, 32% das crianças de até três anos estão matriculadas em creches, sendo que ​a meta do Plano Nacional de Educação (PNE) é atingir o índice de 50% até 2024​. Já na pré-escola, 91% das crianças com a faixa etária correspondente (quatro e cinco anos) estão matriculadas.

Por que a Educação Infantil é importante?

Educação Infantil

Por ser o primeiro contato da criança com a vida escolar, a​ Educação Infantil​ é destacada por pedagogos e profissionais da educação como uma etapa importante para o seu desenvolvimento.

A Lei de Diretrizes e Bases (LDB) prevê que aspectos físicos, psicológicos, intelectuais e sociais devem ser desenvolvidos nessa etapa. Isso de modo que a ação da escola complemente a formação familiar e permita a inserção da criança na comunidade. Outras característica da ​Educação Infantil​ é que ​o brincar e o aprender devem ser conectados​. Por isso, há a realização de jogos e brincadeiras no horário escolar; dessa forma, a criança pode desenvolver habilidades motoras, emocionais e técnicas de modo lúdico.

O que se aprende na Educação Infantil?

A ​Base Nacional Comum Curricular (BNCC)​, que começa a valer a partir de 2020, não prevê um currículo de conteúdo, mas um ​conjunto de habilidades que devem ser ensinadas de acordo com o ano escolar​.

A ​BNCC ​estabelece seis direitos de aprendizado na ​Educação Infantil​: conviver, brincar, participar, explorar, expressar e conhecer-se. Se você reparar, vai perceber que todos os direitos previstos no documento são verbos, portanto indicam ações.

Isso porque o intuito é que a criança aprenda a desempenhar um papel ativo e sinta-se provocada a resolver problemas. Além disso, a ​BNCC ​também prevê o campo da experiência, que possui cinco divisões.

Desse modo, é possível garantir que os conteúdos sejam ensinados de modo lúdico, capaz de envolver a criança por experienciação no processo de aprendizado.

Veja alguns dados da Educação Infantil

De acordo com o​ Censo Escolar de 2018​, foram feitas mais de 3,5 milhões de matrículas em creches e mais de 5 milhões de matrículas em pré-escolas no país. Ainda segundo a pesquisa, 32% das crianças de até três anos estão matriculadas em creches, sendo que ​a meta do Plano Nacional de Educação (PNE) é atingir o índice de 50% até 2024​. Já na pré-escola, 91% das crianças com a faixa etária correspondente (quatro e cinco anos) estão matriculadas.

Fonte: https://querobolsa.com.br/escolas/educacao-infantil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete − 3 =

Deixe sua mensagem que entraremos em contato com você o mais breve possível.

WHATSAPP