Comunicado sobre a manutenção das aulas presenciais

   Na última sexta-feira (21), tendo em vista o agravamento da crise sanitária, a Secretaria Municipal de Educação (SME) emitiu uma orientação que cancelou o retorno presencial das escolas que voltariam hoje (24), entretanto, manteve abertas as que já haviam retornado suas atividades.
   O CMP lamenta profundamente a medida tomada pelo executivo, que não levou em consideração o momento delicado que vivemos, pautando suas ações tão somente por motivações políticas, ignorando os riscos de sua decisão, e criando na categoria do magistério municipal, dois grupos distintos: os que podem se expor e os que não podem.
   O argumento é que o município segue o decreto estadual que considera a educação como serviço essencial, e por isso não pode fechar as escolas. Não obstante, houve um aumento considerável de todos os índices relacionados a Covid-19 em Passo Fundo. Sobre isso, queremos lembrar que a educação foi considerada essencial muito recentemente, quando o senhor governador Eduardo Leite burlou suas próprias determinações de saúde, e extinguiu, pressionado por setores econômicos, o seu sistema de bandeiras. Nesse momento, a cidade simplesmente tem avalizado essa decisão absurda.
   Cabe lembrar que vários municípios da região que estão na mesma situação delicada, tomaram a decisão corajosa e humana de fechar as escolas, respeitando a sua população e seus funcionários, colocando a vida das pessoas acima de interesses políticos e econômicos. Parece que, infelizmente, o slogan da administração anterior foi esquecido, pois o mesmo dizia: “cuidar da cidade é cuidar das pessoas”.
Tomaremos todas as medidas que nos são cabíveis para reverter essa decisão discriminatória e desastrada da Prefeitura Municipal de Passo fundo. ?? ??

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze + dezesseis =

Deixe sua mensagem que entraremos em contato com você o mais breve possível.

WHATSAPP